O que h√° de ruim no Panam√°?

Talvez voc√™ tenha notado. Grande parte da literatura sobre expatriados no Panam√° √© muito tingida de rosa. “Por que √© que?” voc√™ pode imaginar. ‚ÄúPor que as pessoas n√£o passam mais tempo falando sobre os desafios e as desvantagens?‚ÄĚ

Fale com qualquer expatriado no Panam√° e voc√™ provavelmente descobrir√° que, apesar de quaisquer experi√™ncias negativas, o bom supera o ruim. N√£o √© que n√£o haja desafios. Aprender espanhol leva tempo (e voc√™ precisar√° do espanhol b√°sico aqui, apesar de muitos falantes do ingl√™s). E leva tempo para se ajustar ao ritmo mais lento da vida latina. Ent√£o, claro … existem contras. Mas os expatriados aqui geralmente est√£o ocupados demais aproveitando o sol para pensar neles.

Isso certamente √© verdade para mim. Desde 2005, moro na Cidade do Panam√°, uma meca de torres reluzentes no Pac√≠fico, repleta de galerias de arte e teatros … bancos e empresas … habitantes atraentes e amantes da divers√£o e uma comunidade internacional de todo o mundo. Claro, o tr√Ęnsito na cidade pode ser ruim. Tamb√©m pode ficar barulhento. Mas, como muitos outros expatriados aposentados ou que trabalham em casa, n√£o estou preso a hor√°rios de pico.

Estar no Pac√≠fico, perto do que √© conhecido como Arco Seco do Panam√°, significa que vejo o sol quase todas as manh√£s. Mais importante, para mim, aqui posso pagar o tipo de estilo de vida cosmopolita com que costumava sonhar. Janto em restaurantes da moda que n√£o estariam fora de moda em cidades como Nova York ou Barcelona. Eu assisto a filmes e pe√ßas (muitos deles em ingl√™s), concertos, exposi√ß√Ķes de arte, festivais de cinema, eventos esportivos, exposi√ß√Ķes de vinho e muito mais.

E adoro sair da cidade quase tanto quanto adoro morar nela …

Escrevo sobre minha vida no Panamá há mais de uma década e passo muito tempo explorando o país. Eu gosto de dirigir para pequenas cidades rurais e prazeres simples que custam pouco ou nada. Passeios ao longo de praias desertas… $ 2 cervejas em pequenas cidades coloniais… cachoeiras e fontes termais em vales de floresta tropical exuberante.

Cada uma das regi√Ķes do Panam√° tem sua pr√≥pria apar√™ncia. Existem centenas de ilhas caribenhas e comunidades de expatriados ativas e acolhedoras ao longo da costa do Pac√≠fico. Um v√īo de 20 minutos me leva √†s ilhas caribenhas de Guna Yala, a reserva natural governada pela tribo local Guna. Uma hora de carro leva-me ao seguro e tranquilo Coronado, lar de uma praia extensa que est√° sempre intocada e nunca lotada.

E tamb√©m h√° ref√ļgios montanhosos frescos, tanto ao redor da Cidade do Panam√° quanto na regi√£o de Chiriqu√≠, que faz fronteira com a Costa Rica. Lugares onde o abacaxi √© cultivado em encostas verdejantes e florestas de nuvens exuberantes atraem voc√™ com trilhas para caminhadas e cachoeiras. A viagem da Cidade do Panam√° √† cidade montanhosa de Cerro Azul, adjacente ao Parque Nacional Chagres, leva apenas uma hora. Se eu quiser ir para a prov√≠ncia cafeeira de Chiriqu√≠, posso dirigir at√© l√° em cinco a seis horas … mas geralmente opto por um v√īo de 55 minutos. Com tanto para ver e explorar, nunca fico entediado.

A primeira vez que embarquei em um avi√£o para este pa√≠s do ‚ÄúTerceiro Mundo‚ÄĚ em 1990, esperava que fosse algo como a √ćndia, onde morei por quase dois anos. Rapaz, eu estava errado. A capital era t√£o moderna. As estradas eram excelentes, assim como a energia, a √°gua e muito mais. E s√≥ ficou melhor com o tempo.

Existem novos parques e espa√ßos urbanos, campos de golfe e desenvolvimentos de praia‚Ķ e a constru√ß√£o n√£o √© apenas de classe mundial, est√° cada vez mais verde e sustent√°vel, com melhor design civil e urbano. H√° uma energia vibrante no lugar. √Č uma terra de oportunidades. Os habitantes locais s√£o acolhedores e est√£o ansiosos para aprender e praticar o ingl√™s. E o governo tamb√©m √© receptivo, tanto para neg√≥cios quanto para estrangeiros.

Quando voc√™ tem tudo isso (al√©m de qualidade, sa√ļde acess√≠vel, internet de primeira linha e um aeroporto internacional com voos diretos para cidades nos Estados Unidos, Canad√° e Europa), voc√™ menos reclamar√°. E sua perspectiva tende a ser mais otimista.